SINDCONAM-SE


 

31/08/2012 - 18:29

Condutores do Samu continuam de braços cruzados em SE

Categoria não aceita o PCCV apresentado pelo Governo

 

Categoria realizou ato na porta da Secretaria de Saúde (Foto: Arquivo Portal Infonet)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os condutores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) continuam de braços cruzados. Eles afirmam que não concordam com o Plano de Cargos Salários e Vencimentos (PCCV), apresentado pelo Governo do Estado.

“Nós não aceitamos porque esse PCCV é uma destruição e não a construção da carreira”, ressalta o presidente do Sindicato dos Condutores do Samu, Adilson Ferreira Melo acrescentando a categoria vai dar uma parada nos atos até a próxima semana.

Indagado sobre a adesão dos servidores técnicos e auxiliares à greve, Adilson Melo informou que “eles apenas realizaram uma panfletagem na última quarta-feira, 29, mas não pararam as atividades”.

Os condutores cruzaram os braços há 19 dias, reivindicando a recuperação dos salários. Eles recebem atualmente R$ 642 e lutam por R$ 2.440.

 



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!